Noticias

Grupo Utam oferece apoio cultural a evento 20 horas de Literatura

Há 20 anos, a população de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, assistia à realização de sua primeira Feira Nacional do Livro. Em sua 1ª edição, o evento foi realizado entre 29 de setembro a 7 de outubro de 2001 e reuniu 50 expositores num mesmo pavilhão fechado para cerca de 100 mil pessoas na Esplanada do Theatro Pedro II. Começava aí uma história que, anos mais tarde, foi consolidada pela força cultural da cidade e trouxe para o tradicional Quarteirão Paulista registros de arte, cultura e incentivo à educação por meio da leitura.

Para marcar essa data histórica, a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto realiza neste ano o evento “20 Horas de Literatura”, em formato 100% digital, entre os dias 14 a 18 de setembro, das 18h às 22h pela sua plataforma institucional: www.fundacaodolivroeleiturarp.com. Durante toda semana participam escritores, educadores, jornalistas e intelectuais. Ao todo são 20 horas com conteúdo gratuito e aberto a todos interessados.

A comemoração marca os 20 anos da feira que, neste ano tornou-se internacional e foi denominada de FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas não pôde acontecer em função do novo Coronavírus (Covid-19) e foi remarcada para 2021. O circuito “20 horas de Literatura” está sendo transmitido ao vivo direto do Theatro Pedro II – um cartão postal da Feira do Livro. Na abertura do evento, apresentado pela presidente interina da Fundação, Adriana Silva, também foi lançado o e-book com o nome “20 palavras. Leituras sobre o Agora”, com os textos dos convidados. A produção da obra é mais uma parceria da Fundação com o SESC-SP.

Adriana Silva, curadora do evento

O principal objetivo do evento é promover debates sobre literatura, educação e cultura. Para a Adriana Silva, também curadora da FIL, a ação promove discussão sobre questões atuais e que refletem as decisões tomadas nos últimos 20 anos. “O debate é autêntico e esse tema escolhido pela Fundação deu a ele vivacidade, estando em sintonia com o que está acontecendo no mundo hoje”, afirma.

São 20 palavras que definiram os últimos 20 anos do mundo (como globalização, identidade, intolerância, democracia e cidadania) e 20 autores para discutirem sobre cada uma delas. O público tem acesso a quatro palestras, numa carga horária de quatro horas por dia, sempre das 18h às 22h.

Mauro Cesar Jensen, gerente regional do SESC Ribeirão, diz que comemorar os 20 anos da FIL representa o reconhecimento da Feira do Livro de Ribeirão Preto, que se torna internacional, como um dos eventos de grande relevância cultural e social para a cidade e avalia que “os eventos literários são de extrema importância, pois, promovem conhecimento, lazer e socialização, podendo inclusive estimular o desenvolvimento do turismo no munícipio e sua região”.

Onde tem bate-papo literário, tem café

O Grupo Utam marca presença no “20 horas de Literatura” e oferece os produtos de sua linha gourmet de café no camarim que recepciona os autores e mediadores do evento. A empresa instalou uma máquina profissional no espaço – iniciativa que já dura cinco anos, só que durante a Feira do Livro, a máquina é instalada na sala de imprensa do evento.  “Temos orgulho de fazer parte desta história e continuamos levando nosso café para as rodas de conversa e debates literários, com objetivo de gerarmos um momento de descontração e reflexão ainda mais refinado entre os participantes”, destaca Ana Carolina Soares de Carvalho, diretora do Grupo Utam. A executiva lembra que foi a economia cafeeira do passado que possibilitou a construção do Theatro Pedro II – sede principal da feira para encontros literários de alto nível nestes anos. 

Feira foi remarcada para 2021

A FIL já se tornou um evento tradicional no interior de São Paulo. Nas suas 19 edições acumuladas, abrigou 5,9 milhões de pessoas, teve mais de 300 atividades oferecidas a cada ano e recebeu 3 mil escritores e 15 mil estudantes. Em 2020, ela completaria os seus 20 anos em sua primeira edição internacional.

“Chegamos a pensar em realizar a feira em um modelo virtual, mas depois desistimos: a FIL é contato, é troca de experiência. A feira é o menino pegar o livro na mão, é o menino ver o teatro. É o leitor conversar, dialogar e trocar uma ideia com o autor”, reflete a curadora do evento, Adriana Silva. Ela conta que, apesar de a troca literária ser sempre muito válida e intensa, a experiência não seria a mesma se o evento fosse feito por plataformas digitais. Por isso, a 20ª edição da FIL foi adiada para 2021.

O evento é uma ação da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, em parceria com o SESC-SP, a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, o Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Brasil – Governo Federal

Veja programação completa, para mais detalhes acesse o site https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/ ou as redes sociais da Fundação.

Publicado em: 15/09/2020 por Café UTAM S.A.

Ultimas Notícias

No dia 19 de setembro, pela primeira vez, Ribeirão Preto participa da ação global que comemora o Dia Mundial da Limpeza. A ação faz parte de uma...
Veja Mais.

Ao abrir um negócio, o empresário precisa se atentar aos detalhes para agradar seus futuros clientes. Em uma cafeteria, o cardápio e a Carta de Café...
Veja Mais.

Quem pensa em montar uma cafeteria precisa conhecer o o universo do café, seus equipamentos, técnicas, linhas diferenciadas de produtos e tendências - antes...
Veja Mais.

Copyright © 2020 Café Utam
Telefone:
Matriz: Ribeirão Preto - SP – 16 2101 3101
Filial: Piumhi - MG – 37 3371 2544
São Paulo - 11 3660 1760
Belo Horizonte - 31 3416 7774
Informações da Empresa | Contato
logo PI